Nuvem de gafanhotos é sinal das pragas do Egito no Brasil? Pastor avalia à luz da Bíblia

 

Uma nuvem de gafanhotos que se move em direção ao Brasil, vinda da Argentina, virou assunto nas redes sociais como se representasse uma espécie de reedição das pragas do Egito, ou um presságio do fim do mundo. O pastor Renato Vargens comentou as especulações fazendo referência ao sermão escatológico de Jesus no livro de Mateus.

A notícia de que uma nuvem de gafanhotos que chegou à Argentina vinda do Paraguai e estaria rumando ao Brasil e Uruguai foi recebida com espanto por usuários das redes sociais. O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentícia da Argentina (SINASA) confirmou que os insetos estão a poucos quilômetros do Rio Grande do Sul.

Para muitos, a chegada no Brasil de uma nuvem de gafanhotos, associada à pandemia de Covid-19 e o registro de um terremoto no México com 7,4 graus de magnitude na escala Richter, seria um sinal de uma hecatombe de proporções bíblicas.

Houve até quem associasse os eventos à estreia da terceira e última temporada da série Dark, na Netflix, que tem como premissa o acontecimento do apocalipse no dia 27 de junho deste ano.

O pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança, comentou as especulações em um breve artigo em seu blog.

“As redes sociais estão repercutindo a ideia de que as 10 pragas do Egito estão acontecendo novamente no mundo, isto porque, além do Covid-19, recebemos a notícia de uma grande nuvem de gafanhotos que saiu do Paraguai ameaçando a Argentina e o Brasil. Para piorar a situação ouvimos de um terremoto no México, além de que em 2020 vários vulcões entraram em erupção, isso sem falar numa nuvem de poeira vindo do deserto do Saara dirigindo-se as Américas, o que tem feito muitos acreditarem que as pragas ocorridas ao povo egípcio ocorrerão em breve”, recapitulou.

Em sua opinião, é pouco provável que esses eventos sejam uma reedição das pragas do Egito: “Na verdade, entendo que aquilo que está acontecendo se encaixa perfeitamente no sermão profético de Jesus retratado no capitulo 24 de Mateus. Nosso Senhor afirmou que alguns sinais antecederiam sua vinda. Ele deixou claro que esses sinais se acentuariam como as dores de parto de uma mulher”, afirmou Vargens.

“Na verdade, desde 70 d.C., com a destruição do templo de Jerusalém pelos romanos, o mundo tem experimentado cataclismas, guerras e rumores de guerras, multiplicação da iniquidade, esfriamento do amor que juntamente com outros acontecimentos apontam para a volta de Cristo. Portanto, o que vemos não é  uma reedição das pragas egípcias, mas, acentuação das dores de parto, onde a voz do Senhor tem soado como trovão chamando os homens ao arrependimento, visto que em breve o Rei voltará”, concluiu o pastor Renato Vargens.

Igreja e casas de cristãos são atacadas em Bangladesh

Os autores da ação são extremistas islâmicos do ARSA

Alguns cristãos de Bangladesh foram atacados por extremistas islâmicos da minoria rohingya. Uma igreja doméstica e 18 casas foram destruídas, algumas pessoas estão hospitalizados e outras foram sequestradas. O incidente aconteceu em 27 de janeiro, quando uma multidão saqueou as residências e agrediu os seguidores de Jesus. Os ofensores estão ligados ao Arakan Rohingya Salvation Army (ARSA), um grupo muçulmano secular, sem ligação com outros como Al-Qaeda ou Estado Islâmico.

Pelo menos seis pessoas foram internadas por consequência das investidas dos radicais, mas há suspeita de mais feridos. Outros três cristãos são mantidos em cativeiro pelo ARSA. Ainda não há informação oficial se eles estão vivos ou enfrentaram algum tipo de tortura. Apesar da polícia sofrer pressão para trabalhar na resolução do sequestro dos cristãos, as autoridades recusaram tomar qualquer atitude séria sobre o ocorrido, porque os cristãos de origem rohingya precisam registrar o caso primeiro. Como eles são refugiados no país, não têm cidadania e podem ser facilmente expulsos do território.

Bangladesh ocupa o 38º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2020, com o total de 63 pontos. Originários de Mianmar, os cristãos ex-muçulmanos do povo rohingya enfrentam a opressão de outros refugiados e dos insurgentes do ARSA. Seguir a Cristo no país é sinônimo de viver com medo de ataques de extremistas islâmicos e hindus, de ser ameaçado de morte caso seja um líder cristão, estar sujeito a um casamento forçado e enfrentar a discriminação na distribuição de recursos públicos.

CANTORA EVANGÉLICA NÍVEA SOARES DESAFIA CANTORES GOSPEL: “CANTAR ATÉ PAPAGAIO CANTA, QUERO VER É ADORAR”

cantar até papagaio canta, quero ver é adorar”. A cantora Nívea Soares Fez um relato surpreendente fazendo um panorama da música gospel no Brasil.Ela alertou sobre a forma superficial como muitos cantores estão tratando as coisas de Deus e esquecendo qual é a verdadeira função do louvor.

A cantora ainda deixou claro que cantores que não se comportam como verdadeiros ministros de Deus,acabam por produzir idolatria no meio de Deus e prestam um desserviço a igreja.A publicação chamou atenção dos internautas por Nivea ser uma cantora sempre muito discreta,não gostar de polêmicas e sempre manter sua vida pessoal no anonimato.

“Como ministros de louvor nós não somos chamados para entreter nem para simplesmente cantar canções (até os papagaios cantam). Nossa missão como ministros de louvor é facilitar para que a igreja se conscientize da presença constante do Espírito Santo, tenha uma revelação da pessoa de Jesus e do Pai, e o adore.
A familiaridade com a presença de Deus não é ganha nas plataformas, mas no dia a dia, no secreto com Deus, orando e buscando sua palavra. Jesus só fazia o que via o Pai fazer, só falava o que via o Pai falar. Nós não podemos ser diferentes do que Jesus foi.João 8:38a “Eu falo das coisas que vi junto de meu Pai…”

Ministros que são como “órfãos” espirituais, se alimentam, se afirmam e se embriagam com os elogios das pessoas, ao mesmo tempo são destruídos pelas críticas. Isso mostra falta de identidade em Deus. Quem busca a glória dos homens desconhece o amor e afirmação de Deus. Ministros de louvor órfãos espirituais produzem idolatria e fazem um desserviço à igreja, apagando o Espírito.
O Senhor quer curar as plataformas no Brasil. Que como filhos, nos permitamos ser corrigidos pelo Pai Celestial. Voltemos ao Senhor!”,concluiu a cantora.

Nivea Soares é uma das maiores e mais profundas cantoras gospel no país e que tem sincera devoção ao seu chamado,não gostando nem de ser tratada como cantora gospel.